Mano Menezes é demitido dois meses após assumir Palmeiras

O Flamengo foi responsável pela demissão de mais um técnico: Mano Menezes acabou dispensado pelo Palmeiras na noite deste domingo, pouco depois da derrota por 3 a 1, em pleno Allianz Parque. Antes de perder para o Fla, o Verdão havia caído diante de Fluminense e Grêmio e empatado com Bahia e Corinthians. Vale lembrar que Felipão, no Palmeiras, e Fábio Carille, no Corinthians, também foram vítimas no campeão brasileiro.

Após a partida, o presidente Maurício Galiotte também anunciou a saída do diretor de futebol Alexandre Mattos, que estava no clube há cinco anos.

Mano não durou nem dois meses no cargo – sua contratação fora anunciada em 3 de setembro. Porém, mesmo com uma sequência inicial de cinco vitórias em cinco jogos, o ex-treinador do Corinthians nunca caiu nas graças da torcida.

Antes mesmo de perder para o Flamengo, Mano já havia ficado na marca do pênalti depois que decidiu escalar um time reserva contra o Fluminense, na quinta-feira. A decisão irritou a diretoria, já que complicou a disputa pela vice-liderança com o Santos e só aumentou a responsabilidade para o duelo contra o Rubro-Negro.

Depois de investir mais de R$ 100 milhões em reforços, o Verdão terminará 2019 sem títulos, tendo sido eliminado uma fase antes em todas as competições, na comparação com o ano anterior. Se o Santos vencer a Chapecoense neste domingo, o Palmeiras terá de tirar quatro pontos em seis disputados para não terminar o Brasileirão no terceiro lugar.

Durante a última semana, pessoas importantes do departamento de futebol do Palmeiras relataram aos blogueiros Alexandre Praetzel e Jorge Nicola que o técnico não seria demitido antes do fim do Campeonato Brasileiro.

Anunciado no dia 3 de setembro após a demissão de Felipão, Mano dirigiu a equipe em 20 partidas no Brasileirão, com 11 vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Fonte: Yahoo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *