MS ATUAL

Em mais um recuo, Bolsonaro convida Alberto Fernández para visitar o Brasil

Depois de fazer provocações e desferir ataques gratuitos ao novo presidente da Argentina, Alberto Fernández, e não comparecer à sua posse, Jair Bolsonaro decide agora convidar o líder do país vizinho a visitar o Brasil

247 – “Se ele quiser nos visitar, estou à disposição. Está convidado, se quiser visitar o Brasil, será motivo de satisfação”, afirmou Bolsonaro ao chegar ao Palácio da Alvorada no início da noite desta quarta-feira (11).  PUBLICIDADE

Bolsonaro foi a obrigado a admitir uma realidade incontornável: “Temos a questão do gás, do trigo, o maior comércio da América do Sul é com a Argentina e interessa para nós dois”, disse, sobre os laços com o país vizinho.   

Ao mesmo tempo deixou no ar uma crítica pela posição argentina sobre o acordo entre o Mercosul e a União Europeia. O ocupante do Palácio do Planalto disse esperar que o novo presidente argentino mude de ideia sobre declarações do passado, como a de rever o acordo do Mercosul com a União Europeia.   

Bolsonaro é aliado do ex-presidente da Argentina Maurício Macri, derrotado nas urnas por Alberto Fernández e Cristina Kirchner, que por sua vez são aliados das forças progressistas brasileiras e defenderam publicamente a liberdade do ex-presidente Lula.   

Bolsonaro violou as tradições da diplomacia brasileira, não telefonou para cumprimentar Fernández por sua vitória eleitoral e decidiu não ir à sua posse. Ele chegou a cogitar deixar o Brasil sem representante na cerimônia, realizada na terça, mas decidiu de última hora enviar seu vice, o general Hamilton Mourão.   

As informações são da jornalista Talita Fernandes na Folha de S.Paulo

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *