Dono da fazenda onde Adriano se escondeu paga R$ 3 mil de fiança e é solto

Fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, dono da propriedade onde o miliciano ligado a Flávio Bolsonaro estava escondido, deixou a prisão três dias após a morte de Adriano

rês dias após o assassinato do ex-capitão do Bope, Adriano da Nóbrega, em uma ação da polícia, o fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, dono da propriedade onde o miliciano ligado a Flávio Bolsonaro estava escondido, foi solto ao pagar fiança de R$ 3 mil.‌‌‌

A liberdade a Leandro, que disse que não sabia que Adriano era criminoso, foi concedida pela Justiça da Bahia nesta terça-feira (11).

Para ser liberado, além da fiança, Leandro precisará cumprir algumas medidas como comparecer no cartório criminal, no Fórum de Esplanada, a cada dois meses, durante um ano. Também será necessário que ele permaneça dentro de casa, em todas as noites, das 19h de um dia até as 6h do dia seguinte.‌

A Justiça exige também que o homem comunique, previamente, a mudança de endereço, além do uso de monitoração eletrônica durante seis meses.‌

Maurício Barbosa, Secretário de Segurança Pública da Bahia, disse que foi Leandro quem indicou aos policiais o sítio onde estava o ex-capitão do Bope.

Fonte: Revista Forum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: