Coronavírus pode ter tido origem em laboratório a apenas 280 m do mercado de Wuhan

Especialistas chineses levantam hipótese de o laboratório de controle de doenças, próximo ao mercado de Wuhan, considerado o epicentro do coronavírus, ter sido a fonte do surto. O local, a cerca de 280 metros de o um mercado atacadista de frutos do mar, também fica próximo ao hospital União, que teve os primeiros médicos infectados pelo coronavírus

(Foto: © Divulgação/Josué Damacena (IOC/Fiocruz))

Especialistas chineses levantam hipótese de o laboratório de controle de doenças, próximo ao mercado de Wuhan, considerado o epicentro do coronavírus, ter sido a fonte do surto.

A hipótese quebra a ideia de que o coronavírus teria partido do mercado de Wuhan, onde inicialmente apareceram os primeiros casos da doença.

Contudo, conforme publicou o tabloide Daily Star, citando especialistas chineses, o Centro de Controle de Doenças de Wuhan (WCDC, na sigla em inglês) poderia ter sido a fonte do vírus.

O local, a cerca de 280 metros do mercado atacadista de frutos do mar de Huanan, em Wuhan, fica também consideravelmente próximo ao hospital União, que teve os primeiros médicos infectados com o coronavírus.

Laboratório com morcegos

De acordo com os biólogos chineses Botao Xiao e Lei Xiao, mencionados no relatório “As Possíveis Origens do Coronavírus 2019-nCoV”, publicado no Research Gate, o WCDC abriga animais para pesquisas científicas.

Entre eles estariam 605 morcegos capturados nas províncias de Hubei e Zhejiang.

Segundo o relatório, um cientista chamado JH Tian foi atacado por morcegos no laboratório, com o sangue do animal pingando em sua pele. Após isso, o cientista teria ficado de quarentena durante 28 dias.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: