Advogado de suspeito de matar ex-prefeito procura polícia para acertar apresentação

Apesar disso, força-tarefa do DOF, Polícia Civil e PM continuam procurando autor, garante secretário

O advogado do principal suspeito de atirar e matar o ex-prefeito de Amambai, Dirceu Luiz Lanzarini, na segunda-feira (24) entraram em contato com a Polícia Civil de Amambai para acertar a apresentação do homem na delegacia. Porém, segundo o titular da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antonio Carlos Videira, a força-tarefa presente no local não cessará as buscas pelo suspeito até que ele seja entregue.

De acordo com a investigação, Luiz Fernandes, funcionário de Lanzarini há 10 anos, foi quem desferiu os três tiros que atingiram o ex-prefeito. O homem teria atirado contra a vítima e o genro dele durante uma discussão na fazenda por conta do uso de sementes na propriedade.

Na fuga, Fernandes utilizou um trator, que já foi encontrado pela polícia, porém, o autor não foi localizado até agora. O atual assessor especial do Escritório de Gestão Política de Mato Grosso do Sul levou três tiros e foi levado pelo genro até o Hospital do Coração de Dourados.

O fato ocorreu pela manhã, durante seu atendimento no hospital a vítima teve duas paradas cardíacas durante e acabou morrendo à tarde.

Logo depois do ocorrido a Sejusp soltou nota informando que havia criado uma força-tarefa entre Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), Grupamento de Policiamento Aéreo, além de policiais militares e civis da região para tentar localizar e prender o autor do crime. 

Nesta terça-feira (25) o secretário de Segurança afirmou que, apesar das tratativas do delegado com o advogado, as buscas não irão parar. Segundo ele, ao todo, oito equipes estão trabalhando na região a procura de Fernandes. “Não vamos esperar ele se apresentar”, declarou.

O secretário, assim como outras autoridades, esteve presente no velório e sepultamento de Lanzarini, que ocorreu nesta manhã no Cemitério Nacional Santo Antônio. 

Conforme o site A Gazeta News, também estiveram presentes, além do prefeito de Amambai, Edinaldo Luiz de Melo Bandeira e de seu vice, Valter Brito, o vice-governador Murilo Zauith, o deputado federal Beto Pereira, o estadual Onevan de Matos, e os secretários Estaduais Jaime Verruck, Eduardo Riedel e Sérgio de Paula, assim como outros prefeitos da região.

Lanzarini foi prefeito de Amambai por dois mandatos e também foi deputado estadual.

Fonte: Correio Do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: