Eduardo Bolsonaro volta a fazer lobby pelas armas de fogo no Brasil

Em frente a um público de americanos conservadores, o filho de Jair defendeu que o direito de manter e portar armas de fogo esteja na Constituição brasileira, como acontece nos EUA.

Reprodução

Eduardo Bolsonaro esteve no palco da Conferência de Ação Política Conservadora neste sábado (29) ao lado de políticos de direita da Austrália, Coreia do Sul e Japão.

Dudão disparou seus discursos de sempre em seu inglês macarrônico: falou mal de discussões de gênero, a imprensa, vociferou contra o socialismo e enumerou inimigos de um”movimento sólido de direita” que “ainda precisa ser construído”.

Em frente a um público de americanos conservadores, o filho de Jair defendeu que o direito de manter e portar armas de fogo esteja na Constituição brasileira, como acontece nos EUA.

De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os dados do primeiro trimestre de 2019 mostram uma tendência de queda nas mortes violentas no Brasil, após o número de mortos ter atingido um pico de 63,8 mil, em 2017.

“Mantenham seus países livres, não votem em Bernie Sanders e, por favor, reelejam Donald Trump”, disse o deputado. 

Fonte: Revista Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: