Crivella quer “um soldado e um cabo em cada quarteirão” para impedir idosos de andar pelo Rio

“Eles vão abordar idosos que estejam circulando, para dizer que há uma solicitação das autoridades para que se preservem em casa, exceto se estiverem indo para supermercado ou farmácia”, comentou o prefeito

Não se sabe se a ideia é copiada do filho diplomata de Jair Bolsonaro, ou se veio da sua própria cabeça, mas o fato é que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou neste sábado (21) que solicitará apoio ao ministério da Defesa um ousado plano para impedir os idosos de circularem pelo Rio de Janeiro.

A proposta do prefeito impor uma nova intervenção militar, e colocar soldados e cabos do Exército em cada quarteirão da cidade, para obrigar os idosos a ficarem em suas casas.

“Eles vão abordar idosos que estejam circulando, para dizer que há uma solicitação das autoridades para que se preservem em casa, exceto se estiverem indo para supermercado ou farmácia”, comentou.

Crivella também anunciou que os hotéis que estiverem fechados ou com baixa lotação serão contratados para receber idosos que moram em áreas de comunidades com mais problemas de saúde.

“Os idosos cadastrados na rede de saúde serão convidados a ocupar esses espaços para mitigar a lotação de áreas de risco”, afirmou o prefeito.

Até o momento, a cidade do Rio de Janeiro já contabilizou 94 casos de coronavírus, com 3 mortes. Também há 164 casos suspeitos. Os números são da Secretaria de Saúde municipal.

Fonte: Revista Forum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: