Novos casos da covid-19 dobram na China e bolsas de valores caem

Total de novas infecções assintomáticas mais do que quadruplicou

Os pedestres que usam máscaras protetoras, após um surto da doença de coronavírus, andam na travessia no distrito de compras e diversão de Shibuya, em Tóquio

Os índices das bolsas de valores da China recuaram nesta quarta-feira (8) depois que o total de novas infecções por coronavírus dobrou no país, destacando os contínuos riscos apresentados pela pandemia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,47%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,19%.

Ambos os indicadores haviam fechado na véspera com alta diante de medidas de estímulo do governo. Hoje, o subíndice do setor financeiro perdeu 0,62%, o de consumo recuou 0,8%, o imobiliário teve queda de 0,74% e o de saúde caiu 0,42%.

A China informou que os novos casos de coronavírus dobraram na terça-feira diante da alta no número de viajantes do exterior infectados. O total de novas infecções assintomáticas mais do que quadruplicou.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 2,13%, indo a 19.353 pontos.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 1,17%, e foi para 23.970 pontos.

Em Xangai, o índice Ssec perdeu 0,19%, a 2.815 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,47%, a 3.780 pontos.

Em Seul, na Coréia do Sul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,90%, a 1.807 pontos.

Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 1,41%, a 10.137 pontos.

Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 1,26%, a 2.539 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,86%, a 5.206 pontos.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: