Coronavírus: exemplo de Bolsonaro, Suécia lidera ranking de mortalidade nesta semana

Nos últimos sete dias, índice sueco foi de 5,6 mortes diárias por milhão de habitantes, ficando à frente do Brasil, que aparece em segundo, com 4,5 mortes diárias por milhão de habitantes

Foto: Atalayar.com

Os números da pandemia no encerramento desta semana mostram outra estatística que mostra fracasso na política de combate ao coronavírus da Suécia, um dos países citados por Jair Bolsonaro como seu principal exemplo.

Na semana entre os dias 23 e 29 de maio, a Suécia registrou um índice de mortalidade de 5,6 por milhão de habitantes, o mais alto do mundo e 11 vezes superior à média mundial.

O segundo colocado foi justamente o Brasil de Jair Bolsonaro, com 4,5 mortes diárias por milhão de habitantes. Logo em seguida aparecem San Marino (4,21), Peru (4,12) e Reino Unido. No entanto, o Brasil é o único país do mundo que registrou mais de mil mortes por dia nesta semana – e ainda por cima chegou a esse número quatro vezes.

No total, a Suécia registra 4,4 mil mortes por coronavírus. Já o Brasil tem 27,8 mil mortes no total, sendo o quinto país do mundo com mais vítimas de covid-19.

Fonte: Revista Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: