SpaceX quer trazer astronautas à Terra no domingo, mas clima pode impedir

Tempestade tropical Isaias pode estar em pontos de pouso da espaçonave; ligação para abortar a operação pode acontecer até uma hora antes do horário planejado

Em maio, a SpaceX fez história ao levar os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley à Estação Espacial Internacional. Agora, passados dois meses, eles estão prontos para voltar à Terra, mas podem ser impedidos por conta da condição climática.

Nasa está supervisionando a missão Demo-2 e, na quarta-feira (29), autorizou a empresa de Elon Musk a prosseguir com os planos de pouso. Porém, a tempestade tropical Isaias, que já atingiu Porto Rico, pode levar o mal tempo a vários possíveis locais de pouso na tarde de domingo, quando os astronautas devem chegar a Terra.

Crew Dragon possui condições bastante específicas para poder pousar. Não pode estar chovendo, nem com raios. Além disso, o mar não pode estar agitado, com ondas grandes, ou ventos superiores a 16 km/h. Três das sete possíveis zonas de pouso estão no “cone de probabilidade” do caminho da tempestade, como mostra a imagem abaixo.

Mapa.jpg

Mapa mostra locais onde a tempestade tropical pode estar na hora programada para o pouso dos astronautas. Foto: Nasa

Dependendo das condições climáticas, os gerentes da missão podem impedir o desencaixe da nave e a aterrissagem. Uma vez que os astronautas se desencaixem, eles precisam pousar em até três dias, por conta do nível de água e hidróxido de lítio, que são usados para eliminar o dióxido de carbono.

veículo espacial está no espaço há 63 dias, mas, por conta do design dos painéis solares, pode durar até 120 dias. Em teoria, isso permite que os astronautas fiquem até setembro no espaço. De acordo com Steve Stich, gerente do Programa de Tripulação Comercial da agência americana, a ligação para abortar a operação pode acontecer até uma hora antes do horário planejado.

Desenvolvimento dos trajes

A SpaceX divulgou nesta semana um raro vídeo detalhando um de seus processos internos: o desenvolvimento dos trajes espaciais usados em suas missões tripuladas, como a Demo-2, atualmente em órbita, e a Crew-1, que deve decolar em setembro.

Tecnicamente eles são “trajes de pressão” (Pressure Suits), criados para proteger os astronautas de uma despressurização da cápsula Crew Dragon durante o lançamento e retorno à Terra, e não devem ser confundidos com os verdadeiros “trajes espaciais” (EVA Suits) projetados para uso no vácuo do espaço, durante atividades fora da estação espacial.

Via: Science Alert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: