China ameaça retaliar se todos os seus jornalistas nos EUA forem obrigados a deixar o país

O editor-chefe Hu Xijin, do jornal chinês Global Times, que pertence ao Diário do Povo, veículo central do Partido Comunista da China, disse que seu país retaliará os Estados Unidos se os jornalistas chineses acreditados naquele país forem obrigados a se retirar

A China “tomará medidas de retaliação” se todos os seus jornalistas nos Estados Unidos forem obrigados a deixar os EUA, de acordo com o editor do Global Global Times, Hu Xijin. 

“Como o lado norte-americano não renovou o visto para jornalistas chineses, o lado chinês se preparou para o pior cenário, no qual todos os jornalistas chineses precisam sair dos Estados Unidos”, escreveu o jornalista no Twitter. 

“Se isto ocorrer, o lado chinês retaliará, mesmo contra jornalistas americanos de Hong Kong”, acrescentou o editor-chefe. 

Em 11 de maio, entraram em vigor as novas regras do Departamento de Segurança Interna dos EUA, limitando os vistos para jornalistas chineses a 90 dias.

Em junho, o governo Trump classificou quatro grandes meios de comunicação chineses como missões estrangeiras – China Central Television, China News Service, People’s Daily e Global Times – que se juntaram a outras cinco agências de notícias chinesas, incluindo Xinhua e China Global Rede de Televisão, cujo status foi revisado em fevereiro.

Pequim respondeu revogando as credenciais de imprensa de jornalistas americanos que trabalhavam na China para o The Wall Street Journal, o New York Times e o Washington Post, informa RT.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: