Bolsonaro diz que após “problema” em teste de vacina da AstraZeneca, uso no Brasil será decidido pela Anvisa

Jair Bolsonaro disse que após o registro de um “problema” nos testes com a vacina de Oxford contra a Covid-19, a decisão se ela será utilizada ou não no Brasil será de responsabilidade pela Anvisa. “Quando chegar no Brasil, a Anvisa vai analisar e tratar de definir se vamos ou não vacinar as pessoas”, afirmou

Bolsonaro e vacina (Foto: Reuters)

Reuters – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que, após a ocorrência de um “problema” nos testes com a vacina de Oxford contra a Covid-19, caberá à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definir se ela poderá ser usada para imunizar as pessoas no país contra a doença causada pelo novo coronavírus.

Na terça-feira, o laboratório britânico AstraZeneca, que desenvolve uma candidata a vacina juntamente com a Universidade de Oxford, suspendeu os testes em estágio final do imunizante após um participante do estudo ter tido uma reação adversa.

A suspensão do teste atingiu diretamente o Brasil, uma vez que o governo fechou um acordo com a AstraZeneca para compra de até 100 milhões de doses e posterior transferência de tecnologia para produção local.

“Quando chegar no Brasil, a Anvisa vai analisar e tratar de definir se vamos ou não vacinar as pessoas”, disse Bolsonaro em transmissão ao vivo nas redes sociais.

O Brasil é o terceiro país mais afetado do mundo pela pandemia de Covid-19, atrás dos Estados Unidos e da Índia. O país registrou mais de 4,2 milhões de casos e tem quase 130 mil mortos devido à doença.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: