Sony cria tela com efeito 3D sem a necessidade de óculos

Tecnologia é composta por um LCD 4K de 15,6 polegadas, um sensor de visão com alta velocidade que rastreia o movimento dos olhos e uma lente que ‘separa’ a tela para o olho esquerdo e direito

Com o encerramento da fabricação de TVs com suporte à tecnologia 3D, as empresas tiveram que procurar alternativas para manter a funcionalidade viva caso quisessem implementá-la no futuro. Foi o que a Sony fez ao criar o Spatial Reality Display, ou SR Display.

A criação nada mais é do que uma tela que, a partir de rastreamento ocular, consegue renderizar objetos 3D verossímeis sem a necessidade de óculos específicos ou dispositivos de realidade virtual. Essa tecnologia pode beneficiar designers de diversas áreas, já que é possível visualizar o trabalho facilmente.

No entanto, por conta do valor cobrado pela criação, US$ 5 mil (R$ 28 mil em conversão direta), pode ser que ela se torne algo exclusivo para uso de profissionais específicos – e não chegue para o grande público.

Isso porque, aliado ao display, os usuários precisam de um computador robusto. As configurações recomendadas indicam CPU Intel Core i7 e uma placa RTX 2070 para que seu complexo algoritmo de renderização em tempo real seja utilizado corretamente.

Reprodução

Sensor presente no dispositivo consegue determinar para onde o usuário olha para aplicar o efeito 3D. Foto: Sony/ Divulgação

Sony apresentou a tecnologia pela primeira vez durante a CES deste ano. Ela é composta por um LCD 4K de 15,6 polegadas, um sensor de visão com alta velocidade que rastreia o movimento dos olhos e uma lente que fica sobre o LCD e divide a tela para que as imagens estereoscópicas fiquem separadas para o olho direito e esquerdo.

Atualmente, a tecnologia já é utilizada por algumas empresas, como é o caso da Volkswagen, que comentou que há uma “considerável utilidade e múltiplas aplicações” para a tela durante um processo de concepção e design.

Na parte de entretenimento, a Sony Pictures Entertainment também usou o display durante as filmagens de ‘Os Caça-Fantasmas: Mais Além’ para visualizar algumas cenas e analisar a implementação dos efeitos especiais.

Para quem se interessar – e estiver disposto a pagar quase R$ 30 mil por isso -, a tecnologia será lançada oficialmente em novembro. A compra poderá ser feita diretamente no site da empresa e em alguns varejistas norte-americanos.

Via: Engadget

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: