Flávio Dino: “temos o único presidente do planeta que acha mais ‘barato’ tentar tratar uma doença do que evitá-la”

Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), rebate declaração de Jair Bolsonaro que criticou a “pressa” pelo desenvolvimento da vacina chinesa contra a Covid-19 e questionou se não seria mais barato investir na cura do que na vacina”

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), rebateu, incrédulo, às declarações feitas nesta segunda-feira (26) por Jair Bolsonaro sobre a vacina chinesa contra a Covid-19, a CoronaVac. Bolsonaro criticou a “pressa” pela vacina e questionou se não seria mais barato investir na cura do que na vacina”.

“Temos o único presidente do planeta que acha mais “barato” tentar tratar uma doença do que evitá-la. Não seria melhor deixar esse tema com os cientistas e profissionais de saúde? E Bolsonaro não acha “caro” termos milhões de pessoas doentes, hospitalizadas ou mortas?”, indagou Flávio Dino.

A um grupo de apoiadores na portaria do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que juiz “não pode decidir se você vai ou não tomar vacina”: “Hoje vou estar com o ministro [Eduardo] Pazuello, da Saúde, para tratar desse assunto, porque temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão. E eu entendo que isso não é uma questão de Justiça, isso é uma questão de saúde acima de tudo. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina. Não existe isso daí”.

Nesta manhã, ele  compartilhou nas redes sociais um vídeo da médica Nise Yamaguchi que, em entrevista à jornalista Nega Nagle, afirmou que a vacina não deve ser obrigatória. “Se a vacina é eficiente, quem toma estará imunizado e não precisa se preocupar com quem não tomou”, disse ela.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: