Dois dos quatro casos suspeitos de infeccção pela nova cepa do coronavírus são descartados em São Paulo

Trata-se da mesma cepa detectada inicialmente no Reino Unido, e que depois foi encontrada também em diversos países

(Foto: Dado Ruvic / REUTERS)

Sputnik Brasil – Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do estado de São Paulo, informou nesta segunda-feira (4) que foram descartados dois dos quatro casos suspeitos de infecção pela nova mutação do coronavírus em São Paulo.

Segundo Gorinchteyn, os dois pacientes examinados haviam chegado doentes do Reino Unido e, por este motivo, foram investigados.

A contraprova dos outros dois casos, confirmados pelo laboratório privado Dasa no dia 31 de dezembro, deve ser liberada pelo Instituto Adolfo Lutz ainda nesta segunda-feira (4), conforme informa o G1.

​Na última quinta-feira (31), o laboratório de diagnóstico Dasa informou que encontrou casos de uma nova variante do coronavírus em São Paulo. Trata-se da mesma cepa detectada inicialmente no Reino Unido, e que depois foi encontrada também em diversos países.

Pesquisadores afirmam que esta nova linhagem do SARS-CoV-2 é mais contagiosa em 56%, o que traz preocupação principalmente em relação à ocupação de hospitais e enfermarias. Ainda é incerto se a nova cepa da COVID-19 é mais ou menos letal do que as outras cepas descobertas.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: