Mídia corporativa protege e blinda Luciano Huck, denuncia ombudsman da Folha

Candidato escolhido pelos bilionários para defender os interesses dos mais ricos tem vida fácil na imprensa brasileira

Luciano Huck, Host, Rede Globo, Brazil, Kishore Mahbubani, Senior Adviser and Professor in the Practice of Policy, National University of Singapore, Singapore speaking during the Session “Rebuilding Societal Trust in Latin America” at the Annual Meeting 2019 of the World Economic Forum in Davos, January 25, 2019. Congress Centre – Salon. Copyright by World Economic Forum / Sandra Blaser (Foto: World Economic Forum / Sandra Blaser)

O apresentador de programas de auditório Luciano Huck, escolhido pelos bilionários para disputar a presidência em 2022 e defender os interesses dos mais ricos, tem vida fácil na imprensa brasileira, denuncia a jornalista Flávia Lima, ombudsman da Folha de S. Paulo. “Desde que sua candidatura se tornou o sonho de um grupo de tucanos da velha guarda, o apresentador da Rede Globo e empresário Luciano Huck mantém posição confortável na chamada grande imprensa”, escreve ela.

“É tema recorrente nas páginas de política dos jornais e regularmente agraciado com espaços para escrever sobre tópicos de sua escolha. Mas não dá entrevistas, ocasiões em que suas ideias poderiam ser esmiuçadas, confrontadas e apresentadas ao leitor”, aponta ainda a jornalista. “Já vimos o que acontece quando se trata com condescendência um candidato à Presidência deixando de informar ao leitor sobre quais são suas ideias e afinidades políticas—ainda que ele pareça inviável”, alerta.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: