MS registra a menor média móvel de óbitos por coronavírus desde o início do mês

Na manhã desta sexta-feira (19), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou que Mato Grosso do Sul registrou a menor média móvel de óbitos dos últimos 21 dias, o equivalente a 12,3. Neste boletim, foram registradas mais oito mortes.

As vítimas fatais mais recentes, com idades entre 33 e 95 anos, são dos seguintes municípios: Campo Grande (3), Bataguassu (1), Naviraí (1), Paranaíba (1), Rio Brilhante (1) e Rio Verde de Mato Grosso (1). Ao todo, o Estado soma 3.186 óbitos.

Foram confirmados mais 871 casos, chegando a 174.106, desses, 163.126 são considerados recuperados e 7.317 estão em isolamento domiciliar. Outros 477 estao hospitalizados, sendo 226 em leitos clínicos e 251 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A macrorregião de Dourados figura com a maior taxa de ocupação de leitos de UTI/SUS, um percentual de 89%, seguida pela macrorregião de Campo Grande (76%), Três Lagoas (66%) e Corumbá (62%).

Desde o início da pandemia, o Estado registrou 573.500 notificações, 393.466 foram descartadas e 740 testes estão em análise no Lacen (Laboratório Central de Mato Grosso do Sul). Outros 5.188 casos estão sem encerramento pelos municípios.

Na manhã desta sexta-feira (19), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou que Mato Grosso do Sul registrou a menor média móvel de óbitos dos últimos 21 dias, o equivalente a 12,3. Neste boletim, foram registradas mais oito mortes.

As vítimas fatais mais recentes, com idades entre 33 e 95 anos, são dos seguintes municípios: Campo Grande (3), Bataguassu (1), Naviraí (1), Paranaíba (1), Rio Brilhante (1) e Rio Verde de Mato Grosso (1). Ao todo, o Estado soma 3.186 óbitos.

Foram confirmados mais 871 casos, chegando a 174.106, desses, 163.126 são considerados recuperados e 7.317 estão em isolamento domiciliar. Outros 477 estao hospitalizados, sendo 226 em leitos clínicos e 251 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A macrorregião de Dourados figura com a maior taxa de ocupação de leitos de UTI/SUS, um percentual de 89%, seguida pela macrorregião de Campo Grande (76%), Três Lagoas (66%) e Corumbá (62%).

Desde o início da pandemia, o Estado registrou 573.500 notificações, 393.466 foram descartadas e 740 testes estão em análise no Lacen (Laboratório Central de Mato Grosso do Sul). Outros 5.188 casos estão sem encerramento pelos municípios

Fonte: Dourados News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: